Sombreamento

 

 
 
 

Todo mundo que faz um Lo deseja que ele tenha uma aparência o mais real possível; parecido com um Scrapbook Artesanal.

Um dos efeitos que faz grande diferença nessa hora é a Sombra, o sombreamento que você coloca em seus materiais.

Nada mais sem graça que um Scrapbook “chapado”, sem profundidade, parecendo uma fotografia; tanto quando nada mais ridículo que um Scrapbook onde os elementos parecem estar “voando”, completamente desarmônico.

No primeiro caso, sombra de menos; no segundo, demais.

 

O uso da sombra no Scrapbook segue um parâmetro para que o trabalho fique harmonioso e “real”. Pode parecer complicado, mas com a prática, com experimentos, logo, logo você domina a arte de luz e sombra em seus trabalhos, basta que entenda que a sombra não pode ser a mesma para todos os elementos. Cada um tem uma quantidade a mais ou a menos de sombreamento, nunca deixando de lembrar que em Scrapbook Digital a sombra sempre será bem delicada.

 

Vamos então saber como se distribui a sombra no Scrapbook Digital.

 

Não se coloca sombra em:

 

·         Brushes

·         Doodles

·         Fontes

·         Journaling

 

Esses elementos devem permanecer “na folha”, sem nenhuma sombra.

 

Coloca-se sombra em elementos que já a produzem, por conta do formato que possuem:

 

·         Alphas

·         Botões

·         Clips

·         Cantoneiras

·         Eyelets

·         Fitas

·         Flores

·         Foto

·         Frames

·         Laços

·         Papel

 

Os elementos mais volumosos (ex=flores com muitas pétalas) recebem menos sombra; os que possuem poucos elementos (ex=fitas) recebem mais. Basta ter apenas um pouco de bom senso e experimentar várias opções até encontrar uma que fique de acordo com o elemento em relação ao total do trabalho.

 

Você pode, por exemplo, montar uma sombra que seja adequada e salvá-la para usar toda vez que precise. Coloque a configuração que deseja em Offset, Opacity, Blur e salve. Toda vez que precisar, basta usar.

 

Salvando um efeito de sombra:

 

 

 

1 – Crie seu preset, marque todos os valores dos itens e clique na figura apontada pela mão

 

 

 

 

 

2 – Dê um nome à sombra em PRESET NAME e clique OK. Sua sombra estará salva.

Quando quiser usá-la, basta abrir a janelinha dos Presets e procurar pelo nome

que deu a ela.

 

 

 

 

 

 

 

Não tenha medo de fazer, refazer, tentar muitas vezes. Se você tem uma folha, em cima dela uma fita, em cima dela e da fita uma flor, para cada elemento há uma sombra diferente, baseada na distância que ele estiver do fundo em relação à frente do trabalho.

O elemento que ficar mais atrás, no caso o papel, recebe menos sombra; o mais próximo, a fita, um pouco mais de sombra.  A flor, por estar em primeiro plano, em cima de tudo, recebe maior quantidade de sombra.

Resumindo: quanto mais na frente do trabalho maior a quantidade de sombra que o elemento receberá. De trás para frente, a sombra vem num crescendo.

 

Quando fizer seu Lo, determine a direção da luz: da esquerda para a direita; de cima para baixo; no centro, onde você preferir. Defina esse ponto de luz imaginário e direcione a sombra de todos os elementos para aquele ponto.

Você produzirá um trabalho iluminado e harmonioso.

 

 

 

Objetivo:

Alguma dúvida ?

Crie um Preset Sombra, nomeie e o envie em um print para o Grupo;

 

 

Coloque no assunto do e-mail:

Seu nome + número da aula + nome da aula

Não se esqueça de acrescentar o link da aula

 

 

 

 

 

Texto criado por Rejane para o Grupo Magia em 26 de abril de 2010.